Estratégias no processo de ensino e aprendizagem do aluno surdo no CBVZO vira capítulo de e-book

por Rebeca publicado 10/06/2020 09h20, última modificação 10/06/2020 09h20
O artigo traz a experiência relatada pelo professor Hudson do Vale e pela pedagoga Francimeire Sales

A experiência de docentes do Campus Boa Vista Zona Oeste do Instituto Federal de Roraima (CBVZO/IFRR) na utilização de estratégias para colaborar com a aprendizagem de alunos surdos virou capítulo do e-book Educação: dilemas contemporâneos, publicado pela Pantanal Editora. O artigo é assinado pelo professor Hudson do Vale e pela pedagoga Francimeire Sales, servidores lotados no campus.

O artigo, com o tema “Estratégias no processo de ensino e aprendizagem do aluno surdo: o caso do IFRR/Campus Boa Vista Zona Oeste”, pode ser acessado clicando aqui. A experiência em questão possibilitou o desenvolvimento de estratégias para o aprendizado de uma aluna surda, com ênfase no maior aproveitamento dela nos componentes curriculares. As diferentes estratégias lhe propiciaram maiores chances de obter os resultados acadêmicos e contribuíram para sua comunicação com os demais alunos ouvintes.

Estas foram as estratégias utilizadas: apresentação de vídeos/filmes, uso de imagens, produção de cartazes, elaboração de projetos e produção textual. Segundo os autores do artigo, foi possível perceber que elas garantiram maior participação da aluna nas atividades desenvolvidas dentro e fora de sala de aula, individual e coletivamente. Apesar da falta de letramento da estudante, as atividades desenvolvidas em sala contribuíram para bons resultados, uma vez que, no momento de atividades práticas, ela conseguiu desenvolvê-las sem que houvesse, integralmente, a intervenção do intérprete de Libras.

Sobre a iniciativa de elaboração do capítulo, os autores disseram que ela surgiu da necessidade de sistematizar práticas pedagógicas que já estavam sendo desenvolvidas no processo formativo da primeira aluna surda do Campus Boa Vista Zona Oeste. “Assim, a ideia foi retratar as estratégias pedagógicas que estavam sendo utilizadas ao longo da formação dessa aluna, entendendo, inclusive, a necessidade de efetivamente contribuir para a inclusão, para além da garantia do direito à educação, por meio da vaga na instituição”, comentaram.

Para o professor, que está afastado para o doutorado em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), “estar atento às necessidades dos nossos alunos e desenvolver estratégias que tragam retorno efetivo ao processo de ensino e aprendizagem é uma demanda cada vez mais urgente.

Já para a pedagoga Francimeire, mestre é Educação pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), “é fundamental que, no processo de inclusão escolar, as estratégias pedagógicas possam ser ressignificadas numa concepção de educação para todos".

 
Ascom/Reitoria
Foto: Divulgação
10/6/2020
« Agosto 2020 »
month-8
Do Se Te Qu Qu Se Sa
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5
  

 

inscreva_se aqui 2017_1