Secretário da Setec anuncia investimentos para o IFRR

por Sofia Lampert publicado 14/11/2019 17h50, última modificação 14/11/2019 17h50
São investimentos em equipamentos, energia fotovoltaica e reforço da frota escolar de dois campi

Durante a solenidade de inauguração do Campus Avançado Bonfim (CAB), na manhã desta quinta-feira, 14, o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Ariosto Antunes Culau, anunciou uma série de investimentos no IFRR, que somados, ultrapassam os R$ 3 milhões.

O primeiro, de acordo com o secretário, será de R$ 1,5 milhão em equipamentos para que as unidades possam melhorar a qualidade do ensino; o segundo, na ordem de R$ 1,7 milhão para energia fotovoltaica nos campi indicados pela instituição; e o terceiro para demandas de transporte do CAB e do Campus Novo Paraíso (CNP).

Secretário da Setec, Ariosto Antunes

“Estamos levando uma demanda muito importante de transporte e, ainda este ano, devemos fortalecer o acesso ao Campus Novo Paraíso, com um ônibus, e ao Campus Avançado Bonfim, com um micro-ônibus. Contando com mais transporte, os alunos podem ter melhor acesso a essas unidades e ao ensino de qualidade”, disse o secretário.

Antunes declarou que o CAB cumpre o objetivo da Rede Federal de estar presente nas diversas localidades, nos diversos pontos do País, em especial na fronteira, garantindo a presença do Estado brasileiro. “A gente aqui inaugurando esta unidade reforça esse objetivo de interiorização da Rede Federal de institutos, a presença do Estado brasileiro e a possibilidade de ofertar educação de qualidade”, comentou.

Reitora do IFRR, Sandra Mara Dias Botelho

Para a reitora do IFRR, Sandra Mara Botelho, a entrega do prédio concretiza um sonho iniciado em 2013, um sonho de uma coletividade que sentiu a necessidade da presença do IFRR no município. “É uma oportunidade de nos fazermos presentes na qualificação profissional, para o desenvolvimento do município, e, sobretudo, na transformação de vida dos munícipes do Bonfim, porque é por meio da educação que vamos conseguir transformar vidas”, afirmou.

Diretora do CAB, professora Evemília Sousa

Conforme a diretora de Ensino, Pesquisa, Inovação Tecnológica e Extensão do Campus Avançado Bonfim, professora Evemília Sousa, a inauguração representa um momento de conquista para todos os envolvidos no processo de construção de uma sede própria. “A sociedade bonfinense está sendo presenteada com educação de qualidade e instalações físicas modernas e confortáveis para prestarmos um serviço de mais excelência”, frisou.

 

Prefeito de Bonfim Joner Chagas

Destacando a importância da presença do IFRR no município, o prefeito do Bonfim, Joner Chagas, disse que, como gestor, incluiu no projeto de pavimentação o trecho que dá acesso ao novo prédio do campus e que a obra foi realizada. Afirmou que agora a prefeitura está elaborando um projeto de iluminação pública e que vai buscar recursos para executá-lo. “Bonfim é o município do interior que mais cresce. E termos aqui uma unidade de ensino do IFRR para qualificar o povo bonfinense é muito gratificante. Nossas palavras são só de agradecimento”, afirmou.

Reitor do Instituto Federal de Goiás, Jerônimo Rodrigues

Participaram da solenidade de inauguração o presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e reitor do Instituto Federal de Goiás, Jerônimo Rodrigues, diretores-gerais dos campi do IFRR, pró-reitores, servidores, alunos, autoridades estaduais civis e militares, a ex-senadora Ângela Portela e o ex-governador de Roraima Flamarion Portela.

Banda IFRR/CAM

A parte cultural ficou por conta da banda do Campus Amajari, que está vinculada ao projeto “Socializando com a música”, selecionado na última edição do Programa Institucional de Bolsa Acadêmica de Extensão do IFRR. O grupo é composto por alunos e servidores do CAM e pessoas da comunidade.

CUSTO AMAZÔNICO – A inserção do custo amazônico é um tema que há muito vem sendo debatido em reuniões de reitores da Rede Federal. Em junho deste ano, durante reunião ordinária do Conif, foi aprovada a inserção do custo na Matriz Orçamentária do Conif para 2020.

Isso representa a inserção de 5% no custeio de cada instituição da Região Norte, do Maranhão e do Mato Grosso. O próximo passo é aguardar a Subsecretaria de Planejamento e Orçamento (SPO) do MEC fazer essa modificação na matriz orçamentária. Sobre essa demanda, o secretário da Setec informou que estão analisando. “A Setec apoia, dentro daquilo que são os recursos destinados aos institutos. A gente reconhece o fator de diferenciação e entende que a matriz deve refletir, sim, esse custo”, explicou.

 

 Novo espaço tem quase mil metros quadrados

 

 Com acessibilidade e sistema de prevenção contra incêndios, a estrutura contempla 2 salas de aula, cada uma com capacidade para 35 alunos; 13 salas administrativas, 1 laboratório de informática, 1 biblioteca, 1 área de convivência, 1 cantina e 2 banheiros masculino e  feminino com acessibilidade.

Atualmente, o CAB conta 20 servidores, entre professores e técnicos administrativos, e 144 alunos em sala de aula. O novo espaço tem 939,12m² de área construída. O investimento foi na ordem de R$ 2.092.156,54. A unidade está localizada na Avenida Tuxaua Farias, s/n, Bairro Treze de Maio, no Município do Bonfim.

Para a moradora do Bonfim e egressa do campus Larissa Naylâne Ferreira de Souza, 24, que já concluiu dois cursos pela unidade de ensino, o de Técnico em Agronegócio na modalidade de Educação a Distância e o de Técnico em Administração subsequente (o mais recente), o oferta de cursos é uma oportunidade de melhorar as perspectivas de vida.

“O nosso município é pequeno, não tem muitas oportunidade de estudo, e aqui [CAB] oferece cursos gratuitos. Então, a gente deve abraçar as que aparecem”, disse Larissa, ao citar que está fazendo os cursos de Técnico em Informática e de Eventos.

O CAB iniciou suas atividades no segundo semestre de 2014. Até agosto deste ano estava instalado de forma provisória na Escola Estadual Argentina Castelo Branco, espaço cedido pela Secretaria Estadual de Educação de Roraima para as atividades administrativas e pedagógicas.

Depois de iniciar as atividades no segundo semestre de 2014, a unidade, em 2015, começou a ofertar o curso Técnico em Comércio Exterior subsequente e, em 2016, o curso Técnico em Administração subsequente. Desde o início do seu funcionamento até hoje, o campus já formou mais de 200 profissionais.

A unidade ainda atua na Educação a Distância (EAD), modalidade em que já formou técnicos em agronegócio e agentes comunitários de saúde, e oferta cursos de formação inicial e continuada (FIC) em diferentes áreas, possibilitando a capacitação da comunidade em cursos como o de Língua Brasileira de Sinais (Libras), Auxiliar de Secretaria Escolar, Auxiliar Administrativo, entre outros.

  

Texto: Rebeca Lopes
Fotos: Nenzinho Soares/IFRR e Gildo Jr/IFRR
Ascom/Reitoria
14/11/19
« Dezembro 2019 »
month-12
Do Se Te Qu Qu Se Sa
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4