Pesquisa sobre novo eixo de atuação do CBVZO inicia-se nesta segunda, 3

por Rebeca publicado 03/06/2019 09h57, última modificação 03/06/2019 09h57
O CBVZO inicia, nesta segunda-feira, 3, pesquisa na comunidade sobre a oferta de cursos em um novo eixo tecnológico de atuação, o de Produção Cultural e Design. O formulário on-line estará disponível até o dia 30 de junho. Para contribuir, clique aqui.

O Campus Boa Vista Zona Oeste do Instituto Federal de Roraima (CBVZO-IFRR) inicia, nesta segunda-feira, 3, pesquisa na comunidade sobre a oferta de cursos em um novo eixo tecnológico de atuação, o de Produção Cultural e Design. O formulário on-line estará disponível até o dia 30 de junho. Para contribuir, clique aqui.

A intenção da pesquisa é consultar o interesse da comunidade na oferta de cursos em um novo eixo tecnológico de atuação, e a previsão é que os novos cursos sejam ofertados a partir de 2020. Atualmente o CBVZO, localizado no Bairro Laura Moreira, oferece dois cursos no eixo de Gestão e Negócios: o Técnico em Serviços Públicos e o Técnico em Comércio.

Ambos levaram em conta a demanda de mercado. Ainda no eixo de Gestão e Negócios, a oferta está sendo ampliada, com novos cursos iniciando-se ainda este ano. O novo eixo vem somar e promover maior variedade de cursos no CBVZO, atendendo à necessidade regional.

De acordo com a presidente da comissão responsável pela definição do novo eixo tecnológico e dos respectivos cursos a serem ofertados pelo CBVZO, Mariana Souza, a seleção de cursos contidos na pesquisa foi realizada com base na realidade da unidade e na possibilidade de oferta. “O formulário contém duas seções, uma para os cursos técnicos (nível médio) e uma para os de tecnologia (nível superior)”, explicou.

No caso de cursos técnicos, que são de nível médio, a duração pode variar de acordo com a modalidade. Nos subsequentes, que são para quem já concluiu o ensino médio, a duração aproximada é de um ano e meio. Se realizado junto com o ensino médio, no chamado curso técnico integrado, a duração total é de três anos. Já os cursos superiores de tecnologia têm duração média de dois anos e meio.  

Para saber outras informações sobre os eixos e os respectivos cursos que estão em consulta, a comunidade pode consultar os Catálogos Nacionais de Cursos, produzidos pelo MEC. No eixo de Produção Cultural e Design, o catálogo lista 30 cursos técnicos. Desses, oito estão para consulta: Técnico em Artesanato, Técnico em Comunicação Visual, Técnico em Design de Interiores, Técnico em Publicidade, Técnico em Multimídia, Técnico em Produção de Áudio e Vídeo, Técnico em Paisagismo e Técnico em Fotografia. 

Já para o ensino superior, são 14 cursos de tecnologia no eixo consultado. Sete estão na pesquisa do campus: Tecnólogo em Design de Animação, Tecnólogo em Design de Interiores, Tecnólogo em Design Gráfico, Tecnólogo em Fotografia, Tecnólogo em Audiovisual, Tecnólogo em Produção Multimídia e Tecnólogo em Produção Publicitária.

Para Mariana, essa é a oportunidade de a comunidade indicar os cursos que deseja. “O campus sempre procura ofertar cursos que sejam de interesse da população e do mercado de trabalho, dentro das nossas possibilidades de atendimento. Por isso, é de extrema importância ouvir a voz da comunidade e também das entidades que poderão empregar esses profissionais futuramente. Assim, podemos ter mais certeza das demandas no momento de oferecer os cursos”, disse.

 

 

Texto: Rebeca Lopes
Fotos: Gildo Júnior/IFRR
Ascom/Reitoria
3/6/19
« Setembro 2019 »
month-9
Se Te Qu Qu Se Sa Do
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6
  

 

inscreva_se aqui 2017_1