Estudantes do CBVZO têm desempenho acompanhado pelos pais

por Sheneville Cunha de Araújo publicado 01/07/2016 16h55, última modificação 04/07/2016 08h53
A unidade de ensino busca trabalhar sempre com a participação dos pais para, em conjunto, garantir resultados planejados para os estudantes
 Estudantes do CBVZO têm desempenho acompanhado pelos pais

Além das informações da Direção-Geral da unidade e da Coordenação de Apoio ao Ensino e Aprendizagem, os pais presentes à reunião desta sexta-feira, dia 1.º, puderam receber atendimento de cada professor

A garantia do alcance dos resultados planejados para os estudantes é a principal preocupação de todo o corpo técnico e dos docentes do Campus Boa Vista Zona Oeste do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (CBVZO-IFRR). E, por conta dessa meta, a unidade de ensino promove rotineiras reuniões com os pais dos alunos no campus. A intenção é manter as famílias constantemente atualizadas sobre a situação educacional dos filhos, visando alcançar, com a participação dos pais, o desempenho adequado para vencer os próximos desafios que terão que enfrentar nas áreas profissional e de aprendizado.

Na tarde desta sexta-feira, dia 1.º, a reunião de final de semestre foi realizada entre pais e professores do CBVZO. Na ocasião, a diretora-geral do campus, professora Maria Aparecida Medeiros, destacou que, no período de formação que cada estudante terá dentro da unidade de ensino, a responsabilidade da escola e da família sempre será tratada de maneira conjunta. “Todo nosso quadro funcional aqui do IFRR prima pela qualidade do ensino oferecido aos nossos alunos, e nós queremos que os pais tenham consciência da importância da participação nesse processo, de maneira que sempre vamos precisar trabalhar juntos para, no final, alcançar o êxito a que nos propomos”, explicou.

A coordenadora pedagógica do CBVZO, Francimeire Sales de Souza, enfatizou a necessidade de que os pais não faltem aos encontros, visto que essa é a oportunidade de acompanharem o desempenho dos filhos, saber quais são as dificuldades enfrentadas por eles e, junto com os professores e os técnicos da área de ensino, buscar alternativas para a melhoria do desempenho, garantido a devida formação ao estudante.

“Nós promovemos também a avaliação integrada, por módulos. O objetivo é exercitar nos estudantes a leitura, a interpretação e a resolução de questões de forma contextualizada, com uma metodologia semelhante à do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), buscando mantê-los preparados para enfrentar provas como as desse exame, as de vestibulares e as de concursos futuros. Nessa metodologia, eles são avaliados a cada módulo e têm o desempenho comparado em relação ao das demais turmas. Também, módulo por módulo, é comparada a evolução de cada um”, explicou Francimeire, destacando que no CBVZO os professores atuam de maneira a manter o aluno sempre em atividade, mesmo em dias de fins de semana e feriado. “É importante manter o ritmo de estudo, e no IFRR o aluno sempre vai ter o que fazer para que se exercite e não deixe a mente parar. No final, ele sairá preparado para enfrentar os desafios educacionais e profissionais”.

Os pais acompanharam atentamente todas as informações repassadas durante a reunião e depois receberam atendimento individual dos professores, quando puderem receber esclarecimentos sobre a situação escolar dos filhos.

Para Solange Macedo, mãe de um dos estudantes, a iniciativa promovida pela unidade de ensino é válida e é uma satisfação participar, visto que é com base nas informações obtidas nessas reuniões que consegue ter a real noção de como está o filho na escola e saber de que maneira deve agir em casa para corrigir alguma dificuldade ou melhorar o desempenho dele. “Eu noto que sempre a situação melhora depois dessas reuniões e que os resultados são muito bons”, declarou.

Maria das Neves, também mãe de estudante do CBVZO, disse que o filho sempre foi um bom aluno, mas que, depois que conseguiu entrar na unidade de ensino do IFRR, tem melhorado. “Essas reuniões são muito boas. Meu filho nunca foi de dar trabalho com os estudos, mas aqui no IFRR estou bem mais satisfeita com o ensino. E, com esses encontros, sinto que conseguimos enfrentar muito mais as dificuldades presentes para garantir um bom futuro para ele”, relatou.

Já o pai de outro aluno do CBZO, Marcos Amastrão, fez questão de deixar um recado para os outros pais. “Essas reuniões são muito boas, e os pais não podem faltar, porque dependemos disso para ajudar no desempenho dos nossos filhos. É aqui que ficamos sabemos das dificuldades e em que eles estão indo bem. Dessa maneira, podemos participar muito mais da vida deles e garantir que a cada dia melhorem. Quem dera que todas as escolas públicas fossem como esta aqui do IFRR”, declarou.

APOIO AO ESTUDANTE – Os pais também foram colocados à disposição dos serviços e esclarecimentos do corpo técnico da Coordenação de Apoio ao Ensino e Aprendizagem (Codea), com profissionais da área de Psicologia, Assistência Social, Pedagogia e Saúde. “Nós nos preocupamos em manter aqui profissionais capacitados para auxiliar o aluno em situações de doença, questões familiares, entre outras. Sabemos que o aluno não vive somente na escola, e é justamente levando em conta essas outras situações que tentamos oferecer todo o apoio no sentido de garantir que ele alcance os melhores resultados no final, enfrentando todas as dificuldades e superando-as”, observou a coordenadora pedagógica do CBVZO.

 

 

SHENEVILLE ARAÚJO
CCS/IFRR/Campus Boa Vista Zona Oeste
1/7/2016
« Setembro 2019 »
month-9
Se Te Qu Qu Se Sa Do
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6
  

 

inscreva_se aqui 2017_1