CBVZO – Boa Vista ganha novo campus do IFRR em maio

por Sheneville Cunha de Araújo publicado 11/04/2017 17h25, última modificação 11/04/2017 17h37
O MEC enviou um engenheiro da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica para vistoriar a obra do Campus Boa Vista Zona Oeste e estimar prazo de inauguração
CBVZO –   Boa Vista ganha novo campus do IFRR em maio

Após a vistoria do MEC, o prazo previsto para a inauguração da nova estrutura do IFRR ficou para o próximo mês

 

 

Dentro de um mês, a população de Boa Vista poderá passar a contar com mais uma estrutura do Instituto Federal de Roraima (IFRR). Trata-se do Campus Boa Vista Zona Oeste, que já está na reta final das obras da primeira etapa de construção da sede própria, localizada no Conjunto Cidadão, no bairro Senador Hélio Campos.

Quem precisou o prazo final foi o engenheiro da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação e Cultura (Setec-MEC) Gilmar Rios dos Santos, que passou toda a segunda-feira, dia 10, atuando na avaliação da situação da sede permanente do CBVZO.

Segundo ele, a primeira fase da obra já está 85% concluída, faltando finalizar apenas detalhes como revestimentos, parte elétrica, pintura e demais acabamentos. “Avaliamos que, por volta do dia 10 de maio, seja possível que a obra esteja concluída. Agora vamos fechar o relatório, que será encaminhado à Coordenadoria Geral de Infraestrutura (CGINF) da Setec, que enviará ao gabinete do ministro para que a data oficial seja marcada”, explicou.

A diretora-geral do CBVZO, Cida Medeiros, confirma que a expectativa é grande para que essa primeira etapa seja realmente concluída até o mês que vem, visto que atualmente o campus funciona de maneira improvisada, dividido em três lugares (Reitoria, Campus Boa Vista e Escola Estadual Elza Breves de Carvalho).

“Essa inauguração representará um passo enorme para a consolidação do nosso campus para alunos e servidores, de maneira geral, pois será revertida em vários ganhos, como melhoria da estrutura do ensino, que passará a funcionar em uma mesma unidade, e melhores instalações aos servidores, que deixarão de trabalhar em ambientes improvisados”, observou.

ESTRUTURA – A primeira etapa a ser inaugurada contará com 12 salas de aula, cinco laboratórios, biblioteca e área administrativa, devendo atender os 385 estudantes já matriculados. Mas a estrutura prevista no projeto total, com a finalização de todas as fases, prevê o atendimento de 1.200 estudantes da zona oeste da cidade, sobretudo os do Conjunto Cidadão, onde o campus está instalado, e adjacências, como Pintolândia, Conjunto Cidadão, Equatorial, Alvorada, Senador Hélio Campos, Santa Luzia, Sílvio Botelho, Silvio Leite e Nova Canaã.

No entanto, o projeto total do campus comporta 18 mil metros quadrados, distribuídos em dois grandes blocos compostos por ginásio poliesportivo, biblioteca, restaurante, salas das coordenações de ensino e de cursos, e auditório com capacidade para 250 pessoas. 

Com a finalização total da nova estrutura, que deverá ter o prosseguimento das obras ainda este ano, além das salas de aula que já serão entregues neste momento, mais blocos de salas e laboratórios serão levantados, além de auditório com capacidade para 150 pessoas, ginásio poliesportivo e restaurante.

 

 

 

« Maio 2020 »
month-5
Do Se Te Qu Qu Se Sa
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
  

 

inscreva_se aqui 2017_1