CAMPUS BOA VISTA ZONA OESTE – Egressos do IFRR conseguem aprovação em concursos e vestibulares

por Bruna Dionísio Castelo Branco publicado 30/04/2019 17h45, última modificação 02/05/2019 07h32
Só em 2018, a unidade formou 103 estudantes. Destes, 44,66% foram aprovados em vestibulares, sendo a maioria em instituições públicas do estado, incluindo o próprio Instituto Federal de Roraima

Seja possibilitando a inserção no mercado de trabalho, seja facilitando o prosseguimento nos estudos, por meio de uma graduação ou pós-graduação, a formação no Instituto Federal de Roraima (IFRR) tem proporcionado a quem estudou na instituição a vivência de experiências exitosas e a realização de sonhos. É o caso de dois ex-alunos do Campus Boa Vista Zona Oeste (CBVZO), que compartilharam suas histórias para inspirar quem acredita na educação como ferramenta de transformação social.

Com apenas 18 anos, Vinícius Galvão Barroso, egresso do curso Técnico em Serviços Públicos integrado ao ensino médio, já soma uma aprovação em concurso público, no cargo de assistente/cuidador escolar da Prefeitura Municipal de Boa Vista (PMBV), e outra em vestibular, no curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de Roraima (UFRR). Ele falou sobre a importância da disciplina e da superação para a sua trajetória. “Lutei sempre contra mim mesmo. Eu não tinha boas condições financeiras, mas isso não foi o suficiente para me limitar”, salientou.

Primeiro na família a cursar uma graduação, Vinícius foi aprovado na UFRR em 2018, antes de concluir o curso técnico no CBVZO. Ele lembrou como o suporte dado pelo campus, aliado ao esforço individual, foi indispensável para o seu êxito. “A cada dia, a cada prova, a cada seminário, a cada trabalho, eu fui amadurecendo e criando competência para chegar mais longe. O instituto me ofereceu uma gama de oportunidades, como bolsas de iniciação científica e viagens para apresentar meus projetos. Foi por meio disso que eu percebi que podia mais. Tudo o que conseguimos na vida é resultado de preparo e oportunidades. Eu me preparei e o IFRR me ofereceu as oportunidades”, contou.

Vinícius Galvão, 18, foi aprovado no vestibular antes de concluir o curso técnico no CBVZO. Ele também soma a aprovação no concurso público da Prefeitura de Boa Vista
Vinícius Galvão, 18, foi aprovado no vestibular antes de concluir o curso técnico no CBVZO. Ele também soma a aprovação no concurso público da Prefeitura de Boa Vista

Como servidor público, hoje Vinícius pode colaborar com o orçamento da família e dar um retorno positivo à área que o formou. “Trabalhar na área da educação é um retorno a tudo aquilo que eu recebi dos meus professores. Por meio do meu trabalho, ajudo em algumas despesas de casa, embora lá todos trabalhem. Contribuir para a minha família é muito importante para mim”, ressaltou o ex-aluno, que foi aprovado no concurso público da PMBV quando ainda estava cursando o ensino médio no campus.

Outro ex-aluno do IFRR que dividiu suas conquistas foi Gabriel Chaves. Ele tem 17 anos e já cursa Administração na UFRR. Egresso do curso Técnico em Comércio integrado ao ensino médio, comemora a aprovação no vestibular. Filho de pais separados, ele e uma irmã, também egressa do CBVZO, já cursam o ensino superior.

Estudante do campus por três anos, Gabriel relembrou que fez grandes amizades na instituição e que se sentiu inspirado por pessoas que, segundo ele, estão dispostas a conseguir grandes feitos na vida. “Os professores são incríveis, de níveis altíssimos, que nunca deixaram a desejar. Sem contar que eles estão sempre dispostos a ajudar os alunos, seja em questões do âmbito escolar, ou situações de fora”, confessou.

Gabriel Chaves cursa Administração na UFRR. “O campus me ofereceu uma nova percepção de mundo, uma vontade incrível de correr atrás das minhas convicções”, disse
Gabriel Chaves cursa Administração na UFRR. “O campus me ofereceu uma nova percepção de mundo, uma vontade incrível de correr atrás das minhas convicções”, disse

De acordo com o universitário, o curso técnico concluído no CBVZO teve peso na escolha do curso superior escolhido.  “O que me fez escolher Administração foi a ótima base criada no ensino médio com o curso de Comércio. O campus me ofereceu uma nova percepção de mundo,  uma vontade incrível de correr atrás das minhas convicções. Foi por meio  do ótimo ensino prestado que  hoje tenho fundamentos e conhecimentos que, caso não viesse a estudar no Instituto Federal, jamais teria”, revelou.

Mesmo tendo iniciado a faculdade há pouco tempo, Gabriel já vem concorrendo a vagas de estágio. E, para ele, o conselho mais válido é “Nunca desista!” “Que as pessoas tenham o pensamento de ser grande, de fazer a diferença, e façam dos estudos o intermédio para o sucesso”, incentivou o jovem.

Para Vinícius, a indicação é a mesma, e o trabalho duro é essencial para o avanço, independentemente dos sonhos de cada um. “Procurem se esforçar para aprender, procurem ser bons naquilo de que vocês gostam, tenham metas para alcançar, tenham sonhos, mas coloquem seus pés na terra e o rosto nos livros. Estudem muito e também vivam muito”, aconselhou. 

Quase 45% dos alunos formados pelo IFRR Zona Oeste são aprovados em vestibulares

Dados da Coordenação de Extensão do Campus Boa Vista Zona Oeste (CBVZO) mostram que, só em 2018, a unidade formou 103 estudantes. Destes, 44,66% foram aprovados em vestibulares, sendo a maioria em instituições públicas do estado, incluindo o próprio Instituto Federal de Roraima. Para a coordenadora de Extensão do campus, Mariana Lima da Silva, o CBVZO não só tem cumprido a Política de Acompanhamento de Egressos como assumido o compromisso de, efetivamente, manter contato com seus ex-alunos.

Então, contar histórias como a do Gabriel Chaves e do Vinícius Galvão é possível graças a essa política. Formalizada em 2016 no IFRR, ela fomenta, orienta e disciplina o processo de aproximação dos campi com seus ex-alunos. Seus objetivos incluem o acompanhamento da inserção desse público no mundo do trabalho, suas vivências e dificuldades profissionais, e o estímulo à participação na instituição.

 “Procuramos envolvê-los constantemente nas atividades corriqueiras do campus, de modo que eles continuem tendo um espaço de formação e integração social. O intuito é manter a conexão com esse público, pois sabemos que, inclusive, muitos podem continuar a estudar no IFRR, em outros níveis de ensino”, disse Mariana.

O CBVZO é uma das unidades mais novas do IFRR. Iniciou suas atividades em 2014, com a oferta dos cursos técnicos em Serviços Públicos e Comércio, na modalidade subsequente, provisoriamente na Escola Estadual Elza Breves, no Bairro Laura Moreira. Depois, utilizou a estrutura cedida pelo Campus Boa Vista, no Bairro Pricumã.  Em fevereiro de 2018, servidores e estudantes se mudaram para o prédio próprio, localizado na zona oeste de Boa Vista.

Até 2018, 166 alunos foram formados, sendo 16 no curso Técnico em Comércio subsequente; 52 no Técnico em Serviços Públicos subsequente; 34 no Técnico em Comércio integrado ao ensino médio; e 68 no Técnico em Serviços Públicos, também integrado.

Do total de 103 formados em 2018, 60 eram técnicos em serviços públicos e 34 técnicos em comércio. Dos 46 egressos que passaram em vestibulares, 34 foram aprovados em instituições de ensino superior públicas, como a Universidade Federal, a Universidade Estadual de Roraima e o Instituto Federal de Roraima.

 

Laura Veras e Bruna Castelo Branco
Fotos: Nenzinho Soares/IFRR
Ascom/Reitoria
30/4/2019
 
« Maio 2019 »
month-5
Se Te Qu Qu Se Sa Do
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2
  

 

inscreva_se aqui 2017_1